Boneco gigante representa o tatu-bola e ficará na cidade pelos próximos 21 dias

 

Brasília (DF) – A mascote oficial da Copa do Mundo da FIFA 2014 chegou nesta segunda-feira (24) à Brasília. Durante os próximos 21 dias, os moradores da capital federal e os turistas poderão visitar o boneco, uma réplica inflável, de sete metros, do tatu-bola. A mascote foi colocada na toca montada no gramado central da Esplanada dos Ministérios, em frente ao Museu da República.

A mascote, que ainda não tem nome, foi lançada oficialmente no último dia 16. O nome será escolhido por meio de uma eleição aberta no site da FIFA até meados de novembro de 2012. As opções são Amijubi (união das palavras amizade e júbilo); Fuleco (junção de futebol e ecologia); e Zuzeco (formado pelos elementos principais de azul e ecologia).

Além de Brasília, a réplica do tatu-bola também pode ser vista em Boa Viagem, Recife (PE) e no Farol da Barra, Salvador (BA). A instalação do boneco em famosos pontos turísticos nas cidades-sede do mundial chama a atenção de moradores e turistas que fazem questão de registrar o encontro com a mascote, que ainda fará uma série de visitas extraoficiais pelo Brasil.

História

A mascote da Copa do Mundo da FIFA 2014 foi inspirada no famoso tatu-bola, uma criatura nativa do Brasil que não pode ser encontrada em nenhum outro lugar do mundo. Ela pode medir até 50 cm de comprimento e pesar 1,2 kg.

O tatu-bola, cujo nome científico é Tolypeutes tricinctus, é típico da caatinga e de áreas do cerrado. Para se proteger de seus principais predadores na natureza, se enrola e assume formato de bola. É o único mamífero que consegue essa realizar essa façanha. Atualmente, o animal pode ser encontrado em oito estados brasileiros: Ceará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Bahia, Goiás e Tocantins.

Infelizmente, a espécie é vulnerável e corre alto risco de extinção na natureza em médio prazo. A caça, as queimadas, a expansão das áreas agrícolas e o desmatamento são os principais vilões. Para frear estes perigos, estão sendo criadas campanhas de educação ambiental e estudos que visam promover a preservação da espécie. Dessa forma, além de representar a alegria do futebol, a mascote também servirá de inspiração para ações que reforcem a importância do meio ambiente e da ecologia.

Envie um comentário