A Bíblia é um livro histórico que serve como base de fé para milhares de famílias em todo o mundo. Pessoas morrem por ela, brigam por ela e também são consoladas pelo conteúdo que existe nas mais de mil páginas que a compõe. Mas diante de tantos fatos, deveres e proibições, em meio a tantas palavras, o que é essencial? Qual mensagem é indispensável? Um dos autores mais conhecidos do mundo, Max Lucado, responde:

A parte que interessa é a cruz. Nem mais, nem menos. A cruz. Ela se coloca na linha do tempo da história como um marco obrigatório. Sua tragédia convoca todos os sofredores. Seu absurdo atrai todos os céticos. Sua esperança conquista todos os que buscam.

Em Por isso o chamam Salvador, Max Lucado convida o leitor a descobrir ou redescobrir o real sentido da Cruz. Ele analisa esse objeto que tem um significado de morte e punição, mas que foi redimido com toda a humanidade e se transformou em algo muito maior que um símbolo.

A cruz revela um Deus que ama o ser humano de tal maneira que escolheu seu próprio filho como sacrifício. Ela aponta para a esperança por dias melhores; é um sinal da eternidade oferecida para aqueles que reconhecem Jesus como seu Salvador.

Escrito no início dos anos 1980, ocasião em que Max atuava como missionário no Brasil, Por isso o chamam Salvador é uma das obras mais antigas deste mensageiro da graça de Deus cuja repercussão alcançou dimensões planetárias.

Publicação da editora Mundo Cristão no país, o livro trata da essência do evangelho e de como as pessoas podem fazer de sua existência um tributo a Jesus. Aquele que resolveu enfrentar, no lugar de cada um, o desprezo e a violência, a fim de que hoje todos possam viver a esperança da plenitude do Reino de Deus.

Mas para que serve a cruz? A cruz lembra que Jesus veio ao mundo para salvar a todos e, para tanto, aceitou pagar um preço bastante elevado. A correta compreensão do sentido da cruz pode fazer toda a diferença.

Envie um comentário