2 jun 2014

O Juízo começará pela Casa de Deus

Autor: wp-admin | Categoria: Estudos, Louvor

Chorem os sacerdotes, ministros do Senhor, entre o alpendre e o altar, e digam: Poupa a teu povo, ó Senhor, e não entregues a tua herança ao opróbrio, para que os gentios o dominem; por que diriam entre os povos: Onde está o seu Deus? (Joel 2:17 )

Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus?
(1 Pedro 4:17)

Chorem os sacerdotes ! Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus !

Essa foram as palavras que ouvi em sonho numa  manhã pelo Senhor. Foram palavras diretas, objetivas e que demonstram claramente a vontade Deus para os cristãos em nossos dias.

Uma palavra forte, de alerta a Igreja do Senhor e a todo Corpo de Cristo. Uma palavra que abre os nossos olhos quanto a um cristianismo sem Cristo, sem cruz, sem regeneração e altamente corrompido aos padrões deste mundo.  Um cristianismo estranho, num mundo às avessas . Como entender ministros pedófilos, pastores políticos corruptos, líderes avarentos e cristãos superficiais mais interessados em coisas deste mundo, do que das coisas de Deus. O secularismo tomando conta das igrejas, bem como , liberalismo teológico perigoso que aceita todo tipo de pessoa sem se preocupar com sua real conversão. Este é o cristianismo que estamos vivendo em nossos dias.

Nunca se viu um cristianismo  tão avesso como de nossos dias. A falta de temor e reverência de muitos que se dizem “cristãos” tem chegado a níveis assustadores.  E tudo isso “em nome do Senhor”.

No meio disso tudo, o cumprimento profético da palavra paulina que diz:

Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem,traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se também destes.
2 Timóteo 3:2-5 (NVI)

Nessa passagem Paulo alerta seu filho na fé, Timóteo sobre “os crentes que viriam”, ou seja,aqueles que após sua morte estariam introduzindo heresias destruidoras e buscando coisas terrenas e seus próprios interesses na Igreja do Senhor.  O apóstolo falava também de uma geração imoral, sem valores espirituais que viveriam de qualquer jeito, andando segundo seus prazeres, mas que mesmo assim, se passariam por “santos” vivendo de uma “aparente” santidade e piedade.

Não é toa que ele recomenda Timóteo a seguir o ensino ,a conduta, o propósito e a fé que foi instruído por ele , segunda as Escrituras (2 Tm 3:10-15) .

Paulo diz claramente: “Todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições” (2 Timóteo 3:12).

Essa palavra não foi apenas para aqueles dias, mas também para os nossos dias, ressaltando que “todos aqueles que desejam viver em Cristo” seriam perseguidos por não abrir mão do Senhor. Muitos são os que querem  andar com Cristo, mas poucos são aqueles que desejam viver em Cristo. Como no caso do jovem rico, viver em Cristo requer obediência e sacrifício (Mt 19:16-23).

Jesus foi nosso maior exemplo, pois preferiu fazer a vontade do Pai, do que fazer sua própria. (Jo 5:30).

Jesus poderia ter escolhido viver como um Rabi da lei e esquecer daquilo pelo qual Ele foi chamado. Mas Cristo preferiu não sentar nas cadeiras hipócritas das sinagogas e comungar com as fileiras da religiosidade, da hipocrisia e da vergonha.  Poderia Ele como muitos, “negociar o Reino de Deus” em troca de um status.

Como homem, Cristo poderia ter feito um “troca a troca” de favores e barganhas com aqueles religiosos e ficar quieto em suas palavras. Poderia Cristo ter seu nome como estadista famoso ou político reconhecido já que se opunha aos desmandos de Roma  e usar de toda a sua popularidade para obter o reino deste mundo.  Tudo isso seria fácil e agradaria inclusive o povo que o rejeitou.

Mas ele com propriedade disse:  “Vocês são daqui de baixo; eu sou lá de cima. Vocês são deste mundo; “eu não sou deste mundo”. (João 8:23)

Respondeu também Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui. (João 18:36 )

Interessante é que Jesus não queria este reino, não naquele momento,  pois se assim fosse usaria de sua popularidade para alvoroçar um tumulto ou usaria de sua autoridade para destruir todos os seus inimigos e coloca-lo sobre o escabelo de seus pés. (Lc 20:43).

Não é a toa que vemos ovelhas desnorteadas sem pastor, pois os pastores são avarentos, pois buscam seus próprios interesses. Muitos cristãos acham que ficariam impunes Daquele que tudo vê, e cujos olhos são como chama de fogo.  Quem poderá resistir a este fogo consumidor ? (Ap 19:12; Hb 12:29).

O juízo começara pela Casa de Deus. No apocalipse a carta foi direcionada aos “anjos das igrejas, ou seja, aos pastores e líderes daqueles lugares.

Mas estes “anjos” seriam poucos se comparados a multidão de pessoas que serão afetadas e que embora “crentes” não viveram como tais.  Muitos crentes vivem como no tempo de Ageu, se preocupando consigo mesmas, com suas casas e com todo conforto que elas proporcionam. . Mas o saquitel era furado, por mais que semeavam , recolhiam pouco, pois “as suas obras não eram fiéis”. (Ag 1:1-6)

O povo vivia de uma forma egoísta e avarenta , buscando viver na ostentação e numa vida regalada. Hoje muitas pessoas estão nas igrejas para buscar as bençãos do Senhor e não o Senhor das bençãos.

Muitos me perguntariam: Qual é a diferença ?

A diferença esta naquilo que Jesus nos disse: Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. (Mateus 6:33)

Muitos crentes buscam a riqueza e alguns até se acham ricos como era o caso da  Igreja de Laodicéia que dizia:  “Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta”
Porém a resposta de Deus , mostrando a sua rela condição foi:
“E não sabes que és um desgraçado, e miserável, e 
pobre, e cego, e nu” (Ap 3:17).
Laodicéia também era uma igreja morna, nem fria e nem quente. O pior de  Laodicéia era sua condição de morna espiritualmente. Por isso disse o Senhor: “Estou a ponto de vomitar-te” (Ap 3:16) . 

A realidade era uma, mas eles só queriam enxergar o outro lado.

Jesus recomendou 3 coisas em tempo para aquela igreja melhorar:

1)Buscar ouro refinado, ou seja a verdadeira riqueza em espiritual, buscando o Dono do ouro e da prata.  O ouro era refinado pelo fogo de Deus que iria queimar “aquela obra” para ver se prestava.

2) Vestir-se de vestes brancas: Jesus também recomendou vestes brancas que significa a santidade e pureza.  Aquela igreja não era tão limpa como imagina ser. Há pessoas que louvam ao Senhor, mas são impuras, idólatras e mundanas, pois não vivem de acordo com a palavra de Deus.

3) Compar colírio para os olhos:  Por fim, recomenda comprar o colírio para a visão. Isso quer dizer que havia certa cegueira naquela igreja que não conseguia enxergar direito a sua real condição com Deus. Esta cegueira se deve ao fato de serem  avarentos, orgulhosos e auto-suficientes.

Diante de grande juízo de Deus, o Senhor recomendou a Laodicéia ser zelosa e  se arrepender(Apocalipse 3:19).

Queridos, viver o cristianismo é algo que deve ser levado a sério. É preciso que entendamos de uma vez por todas que o juízo começara pela Casa de Deus. Que possamos viver , então, uma vida que agrade ao Senhor e não a nós mesmos.  O tempo do seu juízo está próximo:

O grande dia do Senhor está perto; sim, está perto, e se apressa muito; ei-la, amarga é a voz do dia do Senhor; clama ali o homem poderoso. Aquele dia é dia de indignação, dia de tribulação e de angústia, dia de alvoroço e de assolação, dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de densas trevas. (Sofonias 1:14-15)

Cuidado! Não rejeitem aquele que fala. Se os que se recusaram a ouvir aquele que os advertia na terra não escaparam, quanto mais nós, se nos desviarmos daquele que nos adverte dos céus? Aquele cuja voz outrora abalou a terra, agora promete: “Ainda uma vez abalarei não apenas a terra, mas também o céu”. As palavras “ainda uma vez” indicam a remoção do que pode ser abalado, isto é, coisas criadas, de forma que permaneça o que não pode ser abalado. Portanto, já que estamos recebendo um Reino inabalável, sejamos agradecidos e, assim, adoremos a Deus de modo aceitável, com reverência e temor, pois o nosso “Deus é fogo consumidor! ” (Hebreus 12:25-29)

Envie um comentário